Lula teme ser preso na próxima semana e antecipa lançamento de candidatura


Segundo a Veja, Lula começou a chamar aliados para detalhar seus planos e admitir a intenção de disputar o Palácio do Planalto, tendo o comando do PT como ponto de apoio para ganhar mais visibilidade.

“Para vocês posso dizer: eu serei candidato à Presidência da República“, afirmou ele à deputada Luciana Santos (PE), que comanda o PCdoB, e também a Orlando Silva (SP). A conversa ocorreu na segunda-feira passada, em São Paulo.
Lula sabe que pode ser alvo de mandado de prião na Lava Jato. Há um certo temor do petista em relação ao depoimento de seu amigo, Emilio Odebrecht, que deve ocorrer amanhã. 

O ex-presidente também prestará depoimento, só que na terça-feira, na justiça de Brasília, referente a um processo pela suposta tentativa de compra do silêncio de Nestor Cerveró. 

O anúncio de sua candidatura deve ser oficializado logo após este compromisso. 
 

Créditos papotv.com