Sérgio Moro nega pedido de soltura de Eduardo Cunha

O juiz federal Sérgio Moro, dos processos da Operação Lava Jato, em Curitiba, negou nesta sexta-feira, 10, pedido de liberdade feito pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB).

“Não há causa para a revogação da preventiva do acusado Eduardo Cosentino da Cunha e que deve ser mantida, pelo menos, até julgamento da ação penal, o que deve ocorrer em breve, já que caminha-se para alegações finais. No caso de eventual condenação, analisarei novamente”, decidiu Moro.

Sérgio Moro realmente é um juiz durão.
Veja um trecho da decisão:

Créditos PAPOTV