Ministro do STF manda soltar goleiro Bruno, ex-Flamengo

O ministro do STF, Marco Aurélio Melo, concedeu nesta quinta-feira, 23, liminar em HC para soltar Bruno Fernandes Das Dores De Souza, ex-goleiro do Flamengo. 

O ex-jogador cumpria pena na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac), em Minas Gerais, pelo assassinato de Eliza Samúdio, em 2010.

O processo estava sob relatoria do ministro Teori Zavascki, falecido em "acidente" aéreo.

O ex-goleiro do Flamengo foi condenado pela Justiça de Minas Gerais a 22 anos e três meses de cadeia pela morte e ocultação do cadáver da ex-amante, cujo corpo até hoje não foi encontrado. 

Ele pagava ainda pelo sequestro do filho da jovem, durante a trama que resultou na condenação de outras cinco pessoas.

O caso chocou o Brasil inteiro, parece que foi ontem, e o assassino já pode desfrutar de sua liberdade.

Créditos PAPOTV