"General da Lava Jato" diz que operação vai surpreender quem achou que tinha escapado

Investigadores da Operação Lava Jato dizem que as conclusões que levaram à acusação contra o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), "são parte de uma leva sobre vários alvos que está para sair do forno, a partir de provas coletadas em fases anteriores, ainda sob análise".

As informações são da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, publicadas neste sábado 11. "Quem já estava descansando, achando que tinha escapado, pode se preparar", alerta um general da operação, segundo a coluna.

A acusação contra Maia tem como base um relatório da Polícia Federal que viu indícios de corrupção e lavagem de dinheiro por parte do deputado, após análise em mensagens trocadas entre ele o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro. Maia foi acusado de receber R$ 1 milhão da empreiteira em troca de favorecimento à empreiteira no Congresso. Depois de ter negado as acusações, ele admitiu ter sido beneficiado.

Créditos PAPOTV