Em audiência com Sérgio Moro, Cunha diz que tem aneurisma


Após depor por três horas perante o juiz Sérgio Moro, na Justiça Federal em Curitiba, o ex-presidente da Câmara e ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) leu uma carta de próprio punho na qual afirma que tem um aneurisma e que não tem condições de se tratar na prisão onde está detido atualmente.

Parece que quando não conseguem se defender, todos os réus surgem com doenças impossíveis de tratar na prisão.

Créditos papotv.com