Basta de impunidade! Movimentos vão voltar às ruas contra foro privilegiado e ameaças a Lava Jato

A impunidade produzida pelo foro privilegiado, que faz, por exemplo, com que senadores que são réus por corrupção, como Renan Calheiros (PMDB-AL) e Gleisi Hoffmann (PT-PR), não só estejam soltos como articulem abertamente contra a ação da Justiça em especial contra a Operação Lava Jato está chegando a um limite.

Essa situação está provocando desconforto e revolta na população e, tudo indica, vai levar de volta às ruas os movimentos sociais que foram decisivos na derrubada de Dilma Rousseff (PT), em 2016. Esses movimentos já estão se articulando em torno desta pauta.

Os movimentos vão voltar para a rua para demonstrar sua revolta com o fato que o foro privilegiado está permitindo que pessoas, como Renan e Gleisi, que deveriam estar presas, estejam soltas, em pleno gozo de seus poderes, que usam, descaradamente, para obstruir a Justiça e tentar paralisar a Lava Jato.

“Obstrução de Justiça é crime, mas o foro privilegiado torna esse crime possível e seguro de ser cometido”, observa Rafaela Pilagallo, porta-voz do movimento anti-corrupção Mais Brasil Eu Acredito, um dos que se mobiliza para voltar às ruas contra o foro e em defesa da Lava Jato. 

Veja Mais em http://www.cesarweis.com/basta-de-impunidade-movimentos-vao-voltar-as-ruas-contra-foro-privilegiado-e-ameacas-a-lava-jato/