Trump quer impedir surgimento de novos Lula


Trecho de Felipe Moura da revista Veja:

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que toma posse em 20 de janeiro, incluirá entre as reformas que têm como objetivo “trazer uma nova roupagem a Washington” justamente uma restrição aos membros de seu governo, que não poderão se tornar lobistas por cinco anos após abandonarem a equipe presidencial.

“É um pensamento bastante avançado”, disse o secretário de Imprensa de Trump, Sean Spicer. “O que tínhamos no passado eram pessoas que olhavam para o retrovisor. Desta vez olhamos para a frente. Se você quiser servir em uma administração Trump, você vai servir a este país, não a si mesmo.”
Segundo acusações feitas no começo de dezembro pelo MPF, Lula atuou em benefício da empresa sueca Saab, fabricante dos caças Gripen, e das montadoras MMC e CAOA a partir da intermediação do casal de lobistas Mauro Marcondes e Cristina Mautoni, alvos da Operação Zelotes.

No esquema, Lula se vendia como o homem que mandava e desmandava no governo Dilma e, em troca, recebia repasses por meio de seu filho caçula, Luís Cláudio Lula da Silva.

Estes são apenas dois exemplos dos tipos alegadamente criminosos de lobby de Lula.

A proposta de Trump evita o surgimento de novos Lula.

Créditos PAPOTV