Para ex-ministro Ayres Brito facção de “assaltantes dos cofres públicos” é pior que PCC


Para ex-ministro Ayres Brito facção de “assaltantes dos cofres públicos” é pior que PCC

O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal-STF, ministro Ayres Brito , ao ser questionado em entrevista ao blog do Josias, qual das duas facções é mais nociva para o país —a dos mensalões e petrolões ou a dos PCCs e Comandos Vermelhos, respondeu: “Ambas são deletérias”, disse o ex-ministro, antes de acrescentar:

“Os assaltantes do erário são os meliantes mais prejudiciais à ideia de vida civilizada. […] O dinheiro que desce pelo ralo da corrupção —sistemicamente, enquadrilhadamente—, é o que falta para o Estado desempenhar bem o seu papel no plano da infraestrutura econômica, social, prestação de serviços públicos, educação de qualidade, saúde. O assaltante do erário, no fundo, é um genocida. É o bandido número um.”  


Créditos Lava Jato News