Homem forte da Lava Jato acredita que Teori foi assassinado


O delegado da Polícia Federal Márcio Anselmo, que atua na Operação Lava-Jato, defendeu nesta quinta-feira que sejam apuradas as causas do acidente aéreo que vitimou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki. 

Em manifestação em uma rede social, Anselmo utilizou a expressão “acidente” entre aspas, denotando questionamento sobre as circunstâncias que levaram à queda do avião de modelo Beechcraft C90GT, prefixo PR-SOM, nesta quinta-feira no litoral de Paraty, no Sul do Rio de Janeiro.

“Sem palavras para expressar o que estou sentindo. O ministro Teori lavou a alma do STF à frente da Lava-Jato, surpreendeu a todos pelo extremo zelo com que suportou todo esse período conturbado. Agora, na véspera da homologação da colaboração premiada da Odebrecht, esse ‘acidente’ deve ser investigado a fundo”, disse o delegado.

O delegado está coberto de razão. Não foi acidente.


Veja Mais em https://www.papotv.com.br/posts/homem-forte-da-lava-jato-acredita-que-teori-foi-assassinado