Dias Toffoli aparece mais uma vez na Lava Jato


Marcelo Odebrecht acionou Dias Toffoli, quando era AGU, para garantir seus interesses no leilão da hidrelétrica do Rio Madeira. A articulação do empreiteiro está num e-mail enviado ao pai Emílio e outros executivos do grupo. A Informação é de O Antagonista.

O documento faz parte da coletânia de e-mails obtidos pela PF nos computadores da companhia.

O consórcio Rio Madeira, que venceu a licitação para a construção da hidrelétrica com surpreendente deságio de 35%, foi constituído pela Odebrecht com Furnas, Andrade Gutierrez e Cemig, além de um fundo de investimento formado por Santander e Banif.