Cármen Lúcia é a favor do voto obrigatório


As eleições municipais de 2016 foram fortemente marcadas pela alta abstenção e pela elevada porcentagem de votos brancos e nulos. Tais números certamente trazem ao debate a questão acerca da obrigatoriedade do voto.

Indagada a respeito do tema, a presidente do STF, Cármen Lúcia, afirmou: “Sou favorável ao voto obrigatório até que a educação no Brasil garanta que todo mundo tenha suficiente informação para poder se posicionar com liberdade absoluta”.

A presidente do Supremo está completamente errada. Quando todos tiverem informação e educação suficiente, não será preciso obrigá-los a votar.

Obrigar pessoas sem informação a votar é que é perigoso.

Créditos PAPOTV