CÁRMEM LÚCIA SERÁ IMPEDIDA PELOS OUTROS MINISTROS DO STF DE HOMOLOGAR A DELAÇÃO


A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia "autorizou na noite desta segunda-feira que os juízes auxiliares do gabinete de Teori Zavascki prossigam os trabalhos nas delações premiadas de executivos e ex-executivos da Odebrecht na Operação Lava Jato".

"A ministra tomou a decisão em razão de ela ser a plantonista do Supremo durante o recesso do Judiciário e diante da urgência do tema, uma vez que há delator preso".

Cármen acendeu a luz no fim do túnel. Ainda há esperança na luta contra os corruptos. 


Créditos PAPOTV